Sábado, 8 de Março de 2008

Sozinho em Casa

Rara noite de solidão

que casa mais vazia

sem a vida que tinha

Elas foram no seu dia

Esta casa não é a minha

Não é a minha não!

 

Rara noite de sossego!

insólitos silêncios

em voos de morcego

entram pelas janelas

e eu não tenho rima

para este desassossego

de estar sem elas!

 

Rara noite, em que a paz

inquieta e sobressalta

projecta a vossa imagem

e é já a saudade que me faz

sentir a vossa falta

na próxima viagem.

 

Eu só quero a felicidade

de vos ter na minha alegria

e para mim é sempre o vosso dia

Sempre! Sempre! De verdade!

 

 

Alsilveira

 

 

publicado por kumyxao às 20:59
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Bodas de prata

. ...

. 10 de Julho de 1956

. ...

. Sozinho em Casa

. sonhos

. Era

. ...

. O dia daquela noite

. Public...

.arquivos

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds